Publicado em 16 de Março de 2015

Qual o Perfil do Empresário Bem Sucedido

Qual o Perfil do Empresário Bem Sucedido

Conheça As 11 Características Pessoais Que Garantem Maior Sucesso Ao Abrir Um Novo Negócio

 

 

Várias pesquisas já foram realizadas com o objetivo de descrever as características relacionadas ao Sucesso do empresário, mas nenhuma chegou a definir o exato “Perfil do Empresário”. Entretanto, algumas características surgem com frequência. O seguinte resumo serve como catalisador para ajudá-lo a pensar sobre si mesmo como um potencial dono de um Negócio.

 

1.    Atenção com a saúde.

 

2.    Necessidade de autodireção- autonomia.

 

3.    Autoconfiança.

 

4.    Senso de urgência.

 

5.    Percepção De Conjunto.

 

6.    Realista.

 

7.    Capacidade Conceitual.

 

8.    Pouca necessidade de status.

 

9.    Objetividade nas relações interpessoais.

 

10. Equilíbrio emocional adequado.

 

11. Atração por desafios, não riscos.

 

12. A importância da autoavaliação

 

Você pode ficar com a impressão de que apenas um “Super Homem” estaria qualificado; entretanto, basta fazer um passeio por ruas comerciais ou participar de alguns eventos setoriais para que você perceba que existem empresários jovens, idosos, homens, mulheres, de diversas nacionalidades e culturas e etc.

 

O que é importante, é que você avalie quais as exigências impostas pelo Negócio e para o papel que você desenvolverá nele e, em seguida, avalie como você está em relação a estas características. Algumas “defasagens” nesta comparação podem ser fatais; por exemplo, o Negócio exige exposições contínuas a situações de tensão e você tem problemas cardiovasculares?

 

Outras podem ser compensadas pela aprendizagem ou pela contratação de pessoas ou serviços que possam substituí-lo e, neste caso, basta que você tenha consciência delas e saiba administrá-las.

 

Vamos Ver Um Pouco Mais Sobre Cada Um Destas Características?

 

 

Atenção Com A Saúde

 

Muitos Negócios exigem empresários fisicamente resistentes e com boa saúde, por demandarem viagens constantes e longas jornadas de Trabalho. Diferentemente de um emprego em um Negócio Próprio, dada a impossibilidade de ser substituído, o Empreendedor não se permite ficar doente.

 

Por outro lado, empresários bem sucedidos que tinham problemas crônicos de saúde, tais como alergias, relatam que os sintomas desapareceram assim que começaram a montar seus Negócios. Tudo indica que os sintomas psicossomáticos apareciam exatamente por pressões, contrariedades e tensões típicas do Trabalho como empregado.

 

Em alguns pequenos Negócios em fase inicial, nos quais o tempo não pode ser “gerenciado” (por exemplo, uma loja que tem que abrir, faça chuva ou faça sol) o dono tem que estar lá por não ter todos os funcionários necessários ás funções a serem desempenhadas. Ao invés de pagar a terceiros, o próprio empresário desempenha essas funções, ocupando muitas horas do seu dia. A obrigação é implacável.  O empresário não pode adoecer.

 

Foi realizada uma pesquisa no decorrer de uma série de 64 seminários em um período de quatro anos, durante os quais empresários ilustres foram solicitados a relatar francamente aos participantes dos seminários como conseguiram ser bem sucedidos.

 

Ao final de cada palestra, esses empresários foram solicitados a relatar, com suas próprias palavras, as características essenciais para uma Carreira Empresarial bem sucedida. Curiosamente, entre as quatro primeiras características mencionadas por cada um, a boa saúde era uma delas.

 

 

Necessidade de autodireção - Autonomia

 

Pessoas Empreendedoras não funcionam bem em organizações estruturadas de forma tradicional. Elas não querem autoridade acima delas. Acreditam que podem fazer bem o seu trabalho sem necessitar da direção ou programação por outra pessoa. Gostam de assumir responsabilidades. Precisam sentir-se livres para iniciar a ação.

 

Não se trata de necessidade de poder, principalmente não uma necessidade de poder sobre as pessoas. Elas gostam de criar e executar estratégias e crescem com o processo de realização. Metas atingidas são suplantadas por metas ainda maiores. Veem o futuro sob seu controle, procurando exercer sua influência sobre acontecimentos futuros. Pessoas assim sentem-se bem tendo sua própria atividade.

 

Por outro lado, pessoas que se sentem mais confortáveis quando trabalham sob normas e princípios bem estabelecidos e gostam de ter suas prioridades e tempo bem definidos, sofrem quando tem que decidir e programar coisas do seu Próprio Negócio.

 

Autoconfiança

 

Pessoas Empreendedoras são autoconfiantes quando estão no controle. Enfrentam problemas imediata e diretamente. Desde que estejam controlando a situação, são persistentes na busca de seus objetivos. Sentem-se melhor diante de desafios. Inversamente, seu envolvimento e participação construtivos diminuem quando sentem que estão perdendo o controle.

 

Empreendedores iniciando, construindo ou dirigindo seu Próprio Negócio emanam autoconfiança e a percepção de que estão no controle eleva sua Autoconfiança. Ao contrário, qualquer diminuição no controle pode transformar-se em enorme e infundada perda na confiança de que um objetivo possa ser atingido.

 

Senso de Urgência

 

Os Empreendedores parecem ter uma necessidade inesgotável de realizar alguma coisa. A inatividade torna-os impacientes, tensos e agitados. Quando estão em ação, principalmente quando estão montando seus Negócios, parecem crescer com a atividade e a realização.

 

O Empreendedor prefere jogos nos quais sua força física e mental tenha influência direta no ritmo da atividade e seu resultado. Essas pessoas demonstram um alto grau de energia e vitalidade. Elas são orientadas para a realização e têm um padrão de comportamento constantemente voltado para a consecução de objetivos.

 

Percepção de Conjunto

 

Empreendedores bem-sucedidos parecem ter uma visão geral de toda uma situação quando planejam, decidem ou trabalham em áreas específicas. Percebem o todo sem perder de vista os detalhes e percebem a interatividade existente entre as partes do todo.

 

Elas estão sempre alerta a todas as possibilidades e alternativas.

 

Uma ilustração dessa característica pode ser vista no tratamento dado ao relatório financeiro mensal. O contador gasta várias horas tentando equilibrar as contas. Para ele, a realização significa conseguir conciliar todos os livros contábeis e conseguir demonstrar esse fato com a entrega do balanço. O Empreendedor, por outro lado, quer saber apenas a ordem de grandeza dos números e o que significam em relação ao seu Negócio.

 

 

Realista

 

Os Empreendedores tendem a aceitar as coisas como são e a enfrentá-las de forma como se apresentam. Podem ou não ser idealistas, mas raramente são irrealistas. Sempre querem saber a situação das coisas. Querem medir e ser avaliados. Procuram verificar os dados pessoalmente, com frequência ignorando a estrutura organizacional. Lidam com as pessoas da mesma forma com que lidam com funções e coisas. Dizem o que pensam e acreditam que as outras pessoas têm o mesmo comportamento. Mantêm sua palavra.

 

Ao contrário da imagem que frequentemente se faz deles, tendem a confiar demais nos outros e em situações de Negociação, não costumam suspeitar das pessoas. Mesmo sendo persistentes na busca de suas metas, sabem alterar o rumo quando percebem que a mudança de curso pode melhorar suas perspectivas de realização. São capazes de enfrentar a falta de estrutura e organização; aceitam informações confusas pelo que são – informações.

 

Capacidade Conceitual

 

Os Empreendedores tendem a demonstrar capacidade para identificar rapidamente o âmago da questão em meio a situações complexas e confusas. Identificam o problema e começam a procurar soluções mais rapidamente do que qualquer outra pessoa à sua volta. Não se deixam perturbar pela ambiguidade e pela incerteza, porque são capazes de perceber a ordem.

 

Assim, são aceitos como Líderes porque, geralmente, são os primeiros a identificar o problema a ser superado. Essa capacidade conceitual se aplica principalmente a coisas e funções, mas nem sempre surge quando problemas pessoais estão envolvidos.

 

Capacidade Conceitual não é a mesma coisa que QI elevado ou Instrução. É a capacidade de relacionar coisas e funções, em situações aparentemente complicadas e confusas. Como empresários, os Empreendedores são extremamente competentes para descrever suas metas e como são alcançadas. Se lhes disserem que o caminho para atingir essa meta está impedido por qualquer motivo, imediatamente mostrarão, com a mesma precisão e confiança, um caminho alternativo para atingir as metas estabelecidas.

 

Pouca Necessidade de Status

 

Empreendedores bem-sucedidos sentem-se gratificados com símbolos do sucesso exteriores a si próprios. Gostam de ouvir elogios ao se Negócio, mas sentem-se constrangidos com elogios dirigidos a eles, como indivíduos.

 

Suas necessidades de status são preenchidas com realizações e não com as roupas que vestem; a decoração do escritório ou os automóveis que dirigem. Seu ego não os impede de procurar fatos, dados e orientação. Não hesitam em dizer “Não sei”, principalmente em áreas que não dominam.

 

Durante o período em que estão lutando pela sobrevivência e crescimento, os Empreendedores bem sucedidos concentram seus recursos e energias gastando apenas o essencial em bens produtivos. Preferem estar onde há ação, e nem sempre a encontram no escritório. É comum mudarem de escritório com frequência. Da mesma forma, em Empresas Empreendedoras, o organograma é alterado com frequência. Dão ênfase à relação entre funções e coisas e estão orientados para a realização. Símbolos de realização e posição têm pouca importância para eles.

 

Pessoas pouco observadoras podem não dar muita importância ao significado dessas características. Durante o período de crescimento, o Empreendedor com muita necessidade de status, utilizará os poucos recursos disponíveis de maneira inadequada.

 

Os Empreendedores Bem-Sucedidos têm suas necessidades de status preenchidas no desenvolvimento do seu trabalho, e não nas aparências externas para impressionar colegas e ao público em geral.

 

 

Objetividade nas Relações Interpessoais

 

Os Empreendedores tendem a preocupar-se mais com que as pessoas podem realizar do que com seus sentimentos. Não hesitam em cortar relações que possam prejudicar seu progresso em direção as metas estabelecidas. Durante o período de desenvolvimento do Negócio, quando os recursos são escassos, raramente dedicam seu tempo ou fazem gastos para satisfazer o ego das pessoas, além do que é essencial para atingir eficiência e eficácia operacionais.

 

À medida que o Negócio cresce e vai assumindo uma estrutura administrativa, os Empreendedores passam por uma crise gerencial tão previsível, que chega a ser clássica. Como sua necessidade de manter o controle está associada à autoconfiança, é praticamente impossível conseguir que passem a delegar a outros a autoridade que uma empresa estruturada exige. Sua abordagem realista e dinâmica os impele a buscar suas informações diretamente na fonte, passando por cima da hierarquia estabelecida. Sua aparente falta de sensibilidade com relação aos sentimentos das pessoas, frequentemente provoca agitação e “turnover” de pessoal na empresa.

 

Empreendedores bem-sucedidos pressionam a si próprios e a suas empresas e, mentalmente, costumam estar um passo à frente dos seus colaboradores. São impacientes e não têm a tolerância e empatia necessária para desenvolver sólidos relacionamentos interpessoais de equipe. Dirigem seus Negócios sozinhos e não delegam decisões importantes a outros. Costumam Escolher Especialistas Para Colaboradores Ao Invés De Amigos.

 

Com isso não queremos dizer que a capacidade de manter bons Relacionamentos Interpessoais seja prejudicial para o Empreendedor. Antes que a nova empresa tenha assumido uma estrutura, habilidades interpessoais moderadas são adequadas, mas à medida que a organização cresce e passa a exigir uma estrutura administrativa maior, o Empreendedor com maior capacidade de relacionamento interpessoal sobreviverá mais tempo como empresário.

 

Equilíbrio Emocional Adequado

 

Os Empreendedores possuem considerável autocontrole e são hábeis em lidar com suas ansiedades e com as pressões que o Negócio gera além de seus problemas pessoais.

 

Em situações de tensão, relacionadas à operação do Negócio, são calmos e eficientes.  Ao invés de se sentirem desencorajados por dificuldades ou fracassos, sentem-se desafiados, mas essa característica não se aplica a problemas que envolvam os sentimentos das pessoas. Eles tendem a lidar com esses problemas sugerindo um plano de ação. Isto raramente é percebido pelos outros como uma maneira de lidar com o problema de ordem emocional.

 

Empreendedores frequentemente têm sentimentos e reações emocionais muito fortes. Entretanto, são capazes de controlá-los, pelo menos até o limite necessário para atingir o sucesso em seu Empreendimento.

 

No relacionamento com as pessoas, sua alta capacidade conceitual de lidar com a operação do Negócio e moderada capacidade de relacionamento interpessoal e equilíbrio emocional, em geral são insuficientes para fixar relacionamentos muito equilibrados. Por outro lado, na nossa experiência e, ao contrário do que tem sido publicado a respeito, o índice de divórcios entre Empreendedores bem-sucedidos não é acima da média.

 

Os Empreendedores parecem dar vazão às suas frustrações em realizações que envolvam a operação do Negócio. Não é raro verificar que quando tudo vai bem os Empreendedores estão inquietos e insatisfeitos. Frequentemente procuram alguma coisa nova, alguma atividade que possa dar vazão às suas energias reprimidas. Não se contentam em deixar tudo como está.

 

 

Atração Por Desafios E Não Por Riscos

 

Os Empreendedores não costumam correr riscos nem altos nem baixos demais. Preferem situações nas quais possam exercer sua influência sobre os resultados. Sentem-se altamente motivados por um desafio em que as chances sejam interessantes, mas não irresistíveis. Raramente agem antes de avaliar todos os riscos. De certa forma, dão a impressão de correrem grandes riscos, jogar cartadas altas.

 

Na verdade, o bom Empreendedor sabe fazer uma boa avaliação dos riscos e como administrá-los, não deixando as coisas ao sabor do acaso. Se não perceberem como controlá-los, não os assumem. No “Mundo Dos Empreendedores” todos os bens pessoais costumam ficar comprometidos, até que o Empreendimento esteja solidificado.

 

Estas são as características que os conduzem ao sucesso, onde outros ficariam confusos e desiludidos, e desistiram.

 

A Importância da Autoavaliação

 

Você já deve ter sentido que a decisão de iniciar um Negócio Próprio deve ser tomada com cuidado. Antes de começar a considerar um Empreendimento, avalie seus pontos fortes e fracos, para que melhor possa tomar sua decisão.

 

Eu criei um post no qual eu ofereço a você a possibilidade de realizar uma Autoavaliação com base na Análise SWOT. Acesse o post e realize a sua autoavaliação. Você se conhecerá mais e melhor e isto fará toda a diferença quanto ao grau de maturidade sobre a sua decisão de Empreender ou Não.

 

Gostou deste artigo?

Então vai lá e compartilhe com seus amigos e curta a minha Fan Page no Facebook.

 

Abraço & Sucesso,

 

Miguel Silva.  

 

POSTADO POR:Miguel Silva
TAGS: Negócios , Carreira Empresarial , Empreendedor , Empreendedores De Sucesso , Negócio Próprio , Sucesso

Comentários

(0)
Nome
Email
Comentário

Missão, Visão E Valores Para A Força Do Seu Negócio!

Missão, Visão E Valores Para A Força Do Seu Negócio!     Você entende ...

Propósito De Vida E Carreira No Empreendedorismo!

Propósito De Vida E Carreira No Empreendedorismo!      Não há nada mais ...

Talentos Adquiridos Para A Força Do Empreendedorismo

Talentos Adquiridos Para A Força Do Empreendedorismo   O que seria dos Negócios se não ...

Combustível Atômico Para O Empreendedorismo: Talento E Paixão

Combustível Atômico Para O Empreendedorismo: Talento E Paixão     Uau... ...

Avaliando o Seu Potencial Como Empresário E Empreendedor

Avaliando o Seu Potencial Como Empresário E Empreendedor- Com Este Artigo Saiba Quais São As Áreas ...

Como Administrar Bem O Seu Tempo Para Que O Empreendedorismo Dê Certo?

Como Administrar Bem O Seu Tempo Para Que O Empreendedorismo Dê Certo?     Você corre e ...

Como Fazer Sua Equipe Estar Comprometida Com O Seu Negócio?

Como Fazer Sua Equipe Estar Comprometida Com O Seu Negócio?     Um Empreendedor inteligente sabe ...

Como Melhorar A Produtividade Do Seu Negócio?

Como Melhorar A Produtividade Do Seu Negócio?     No mundo dos Negócios ou você se ...

Qual o Perfil do Empresário Bem Sucedido

Qual o Perfil do Empresário Bem Sucedido Conheça As 11 Características Pessoais Que Garantem Maior ...

Desvendando Os Segredos Sobre Qual O Momento Exato De Largar O Emprego Atual e Partir Para O Empreendedorismo

Desvendando Os Segredos Sobre Qual O Momento Exato De Largar O Emprego Atual e Partir Para ...

Empreendedorismo & Comunicação Interna - Como Fazer Seu Negócio Ter Força A Partir Disso?

Empreendedorismo & Comunicação Interna - Como Fazer Seu Negócio Ter Força A Partir Disso? ...

Ser Chefe Ou Ser Líder? Faça Seu Negócio Crescer Agindo Com Excelência!

Ser Chefe Ou Ser Líder? Faça Seu Negócio Crescer Agindo Com Excelência!     ...

O Que É Bom Para Os Negócios: É Melhor Ser Amado ou Temido?

O Que É Bom Para Os Negócios: É Melhor Ser Amado ou Temido?     Ser chefe e ...

Pessoas Não São Máquinas - Como Fazer Com Que Seus Colaboradores Trabalhem A Favor Do Seu Empreendimento?

Pessoas Não São Máquinas - Como Fazer Com Que Seus Colaboradores Trabalhem A Favor Do Seu ...

Sua Rede De Clientes Internos Hoje Poderá Ser A Sua Rede De Clientes Externos Amanhã

Sua Rede De Clientes Internos Hoje Poderá Ser A Sua Rede De Clientes Externos Amanhã – Descubra Os 5 ...

As 4 Dicas Vencedoras Sobre A Mentalidade Ideal Para O Empreendedor

Seja Um Vencedor e Alavanque Os Resultados De Seu Negócio!           Ter O ...
Linkedin